quinta-feira, 10 de novembro de 2011

- Segunda chance ?


Dessa vez não vou evitar dizer o que está na minha cabeça só porque eu sei que minha mente geminiana vai negar no dia seguinte.
Não fugirei de palavras bonitas porque quem diz não é uma pessoa perfeita, não arrumarei mil defeitos pra brigar contra as novecentas e noventa e nove qualidades, não desviarei meus olhos por medo de ter minha mente lida, não sumirei por medo de desaparecer.

Não vou ferir por medo de machucar, não serei chata por medo de você me achar legal, não vou desistir antes de começar, não vou evitar minha excentricidade, não vou me anular por sentir demais e logo depois não sentir nada, não vou me esconder em personagens, não vou contar minha vida inteira em busca de ter realmente uma vida.

Dessa vez não vou querer tudo de uma vez, porque sempre acabo ficando sem nada no final.
Estou apostando minhas fichas em você e saiba que eu não sou de fazer isso. E estou aproveitando pra tentar levar algo adiante. Relacionamentos que não saem da primeira página já me esgotaram, decorei o prólogo e estou pronta pro primeiro capítulo. '
 
- Era tudo que eu precisava, Caio Fernando soube dizer tudo por mim.
Mas eu preciso ouvir de você, preciso entender o que há?  Talvez o infalso seja eu e meus devaneios tortos. O que me faz perder as estribeiras, e confundir tudo.
Juro, que tento me conter e não dizer coisas que magoam você, mas acabo sendo arrogante e maldosa, com a única pessoa que me trouxe  a "vida" de volta, que me trouxe uma pureza nos olhos. Todavia, fui desse jeito e não me orgulho disso, não, não, eu minto. Eu não era assim, me entendes o por que mudei?
- Nem por isso eu deveria descontar em ti.  - 
Afinal, quantas segundas chances eu vou ter ? Desculpa.

Um comentário:

. Nadine disse...

Oi Nádia, é amiga da Samantha? *-*
Gosto muito dela =D

Bonito blog e bonito texto, obrigada pela visita!
:*