quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

-


Quinta- feira,8:45 da manhã,amanheceu em Teresina...
Abri os olhos, me estiquei na cama, sentei e coloquei os pés no chão, pensei um pouco no acontecido do dia anterior. Cobertor arrumado, abracei meu companheiro de dormida [sapo], bocejei alto, o sono ainda estava presente.

Ao abrir a janela do quarto, me deparo com um novo dia, meio sem cor, o sol está tímido entre as nuvens. Parei em frente ao espelho, descabelada estou, me acho uma graça quando acordo [risos], os olhos estão miúdos, minhas maças do rosto rosadas, me observo.
Volto a pensar, lembro do ontem...mas logo resolvo deixar pra lá, e um pequeno sorriso bobo, como de quem nada quer, floresceu outra vez.

‘’ Quando os homens fracassam,o que lhes faltou não foi inteligência...foi paixão ‘’

Bem, é um novo dia, uma nova fagulha de esperança. Acredite nada como um dia pós dia, uma noite um mês..
Parei de pensar, e começo a sorrir ...deixa o que for, se for da vontade de Deus, ele saberá o momento exato!

3 comentários:

BÉRIO. disse...

gostei de ver... assim que se fala amore.. um xero pra vc ... felicidade !!! bjão

Dayne Dantas disse...

Gostei das citações músicais no meio dos textos, só tenha cuidado para não parecer plágio ;)

Esses fatos vís disse...

Bério, se hoje nada acontecer...vou te contar viu...
kkkk

é Day, valeu aí