segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

- Ainda Não Passou

' Triste é não chorar
Sim eu também chorei.E não, não há nenhum remédio
Pra curar essa dor que ainda não passou
Mas vai passar! ' 


Trégua. Resolvi da uma trégua no caso.
Hoje não deu pra segurar, aconteceu o que estava engasgado na MINHA garganta. Eu jurei não chorar, jurei que seria forte. Mas não deu pra conter, não consigo mais guardar o que aperta meu coração bobo.
Tá sendo muito estranho não poder ligar, não poder saber se tá tudo bem, se comeu direitinho, se ta estudando, cuidando. Meu mal é ser boa demais, e acabo sendo enganada. Mas gente, eu tenho outro mal de ser preocupada demais, mesmo não estando mais com a pessoa, eu me preocupo, eu preciso saber de noticias, não gosto de ver através dos meus sonhos por que isso não me conforta.
Preciso sempre saber se seu mundo vai bem sem eu por perto, pra “cuidar” de você.
Parem de tremer mãos, parem lágrimas sobre meus olhos. Respira fundo, solta o ar devagar, toma uma água e vai se acalmando. Vai passando. Tem que passar.
Preciso de um colo que ninguém me dá. Preciso de um tempo pra toda essa ferida sarar. E arde tanto, como se não houvesse cura. Deixa-me fraca como criptônima perto do superman.

Prometi não recuar e não ser uma menininha, mas dói, dói sem remédio. – Por que eu tenho certeza que não mereço isso, não mereço. Por ser tão boa, por nunca enganar quem está comigo, por que eu fui educada assim, minha educação me fez ser assim tão cuidadosa, ter zelo com quem entra na minha vida, mesmo que saia depois.
Te ver e ter que esquecer, é insuportável . A dor quer me dominar, mas tento dá um basta.
Pra ser sincera, eu não acredito que tudo passou de uma mentira, eu não acredito nisso, por mais que tenha me enganado, não pode ser possível que vc estava disposto a me fazer sofrer. Eu não quero sofrer, mas preciso chorar tudo que não chorei até hoje. Preciso tirar esse nó que prende minha fala, que prende meu ar, que prende essa dor.
Fui fraca como uma menininha que tomam sua boneca, fui fraca como uma menininha ao ver sua mãe partir, fui fraca ao chorar mas não me arrependo de nada que tivemos durante esses longos 8 meses.


...fomos donos do que hoje não há mais... 


Blog tem 1 ano, e já conto o segundo caso aqui.

3 comentários:

KathyllenS. disse...

Lembra do textinho?! A sua dor já não é a mesma do dia do ocorrido... Vai passar, tá doendo mas no final você vai rir disso tudo!
Força e fé (yn)

Nádia Dutra. disse...

força e fé, cunhada =/

Devaneios de Leyanne Luz; disse...

e eu lendo acabei chorando! Fica bem siáa. (yn)